Home » Desenvolvimento » Wearable: Conheça Os Possíveis Riscos da Tecnologia Vestível

Wearable: Conheça Os Possíveis Riscos da Tecnologia Vestível

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivírus para uso exclusivo do site Mestre Android

Com um crescimento esperado de 35% nos próximos dois anos, e mais de 125 milhões de dispositivos a serem lançados até 2019, a tecnologia wearable está ganhando seu espaço dentro da indústria.

Relógios, rastreadores de atividade física, tênis, óculos – e até mesmo roupas – são apenas alguns dos itens que fazem parte dessa nova sensação tecnológica. No entanto, ao abrir novos horizontes, a tecnologia vestível também gera preocupações relevantes, entenda as principais delas a seguir.

Privacidade

Dispositivos wearables coletam uma grande quantidade de informações do usuário, que servem para melhorar sua experiência pessoal e o serviço do fabricante. Através de um rastreador de atividade física, por exemplo, seria possível saber os horários e a intensidade de suas atividades físicas e, em alguns casos, até mesmo sua dieta.

O monitoramento constante põe em pauta a questão da privacidade: é realmente seguro fornecer esse tipo de informação? Quem terá acesso aos seus dados pessoais? As propagandas podem se tornar ainda mais invasivas com a tecnologia wearable? Essas são algumas das questões que ainda deverão ser respondidas.

Ataques Virtuais

O risco de ataques virtuais em aparelhos wearables não pode ser ignorado, especialmente se levarmos em conta que muitos desses dispositivos não são desenvolvidos com fortes barreiras de segurança e que boa parte dos usuários utiliza senhas fracas para acessar suas contas e aparelhos.

Hackers poderiam ganhar acesso a wearables para roubar senhas e dados pessoais ou simplesmente inutilizar o aparelho. Além disso, se o dispositivo estiver conectado a um smartphone ou computador, por exemplo, o risco seria ainda maior.

Foco na Segurança

Novas tecnologias representam novos desafios para as empresas especialistas em segurança, que precisam antecipar riscos e corrigir brechas para manter seus usuários a salvo. Por isso, os fabricantes de dispositivos usáveis, assim como os desenvolvedores de antivírus, estão voltando cada vez mais seus esforços para esse novo setor do mercado.

Algumas empresas já encontraram maneiras de fortalecer a segurança de outros dispositivos através dos wearables, como é o caso da Bitdefender, por exemplo, que ampliou a segurança de seu antivírus para Android para smartwatches. Com isso o usuário pode usar seu dispositivo Android Wear para que seu telefone sinalize quando estiver fora do campo de visão, ou para receber um alerta quando se afastar demais dele.

O que você acha da tecnologia wearable? Compartilhe suas opiniões através dos comentários.

Imagens: Broad Sourced e Millennial Influx.

About juniorlenny

Tem faculdade de Administração de empresas e Ciência da Computação, largou tudo para ajudar as pessoas sobre o sistema android.